Atividade sobre sujeito simples, indeterminado e desinencial (9ºano)

1. Leia o trecho da crônica a seguir. 

Piorou? Melhorou? 

[...] Os estádios não eram essa arena de hoje, eram mais um teatro em que se representava a tragédia da derrota, drama do empate, a comédia da vitória. 
Melhoraram os cinemas, que nem pulgas têm mais. 
Piorou o Carnaval, aprisionado nos sambódromos. 
Ah, melhorou muito o telefone. Pouco tempo atrás, era uma coisa falar ao telefone. Interurbano? Ligava-se para uma telefonista, que ligava para outra telefonista em outra cidade e esta ligava para casa da pessoa, fazendo a ponte. Dependendo do tráfego, isso podia durar duas horas, três. Em cidades pequenas, onde não existiam aparelhos nas casas, as pessoas eram chamadas ao posto telefônico. Quem ligava ficava no posto da sua cidade esperando horas. [...] 
E as linhas residenciais e comerciais? Caríssimas! 
Entravam na declaração de bens do imposto de renda, coisa de classe média para cima. Olha, um drama. 
Melhorou demais. [...] 

Ivan Ângelo. Piorou? Melhorou? Revista Veja São Paulo, Abril, São Paulo, 22 nov.2006.

a) Que aspectos da vida cotidiana melhoraram na opinião do autor? 
b) Que aspectos pioraram? Explique. 

2. Essa crônica, embora se trate de um texto escrito publicado em uma revista semanal, apresenta usos característicos da língua falada informal. 

a) Copie trechos do texto em que esses usos da língua falada se manifestam. 
b) Qual você supõe ter sido a intenção do autor ao empregar a linguagem dessa maneira? 

3. Releia a oração. 

"Ligava-se para uma telefonista [...]" 

a) Quem pratica a ação expressa pelo verbo ligar? 
b) Como pode ser classificado o sujeito dessa oração? 
c) Por que o autor optou por esse tipo de sujeito? 
d) Reescreva essa oração empregando o sujeito simples, mas mantendo o sentido original. 

4. Releia. 

"Entravam na declaração de bens do imposto de renda, coisa de classe média para cima." 

a) A que se refere o verbo entravam? 
b) Como se classifica sintaticamente o sujeito dessa oração? Explique sua resposta.



Gabarito

1. 
a) Melhoraram os cinemas, pois não têm mais pulgas; melhoraram também os telefones, pois não são tão caros, e comunicar-se com outras cidades é mais fácil e rápido, o que não acontecia há algum tempo.
b) O Carnaval, porque ficou restrito aos sambódromos, e os estádios de futebol, hoje transformados em arenas – campos de briga.

2. 
a) “Ah, melhorou muito o telefone.” / “[...] era uma coisa falar ao telefone. Interurbano?” / “ E as linhas residenciais e comerciais? Caríssimas!” / “ Olha, um drama. Melhorou demais”. 
b) Ao empregar a linguagem dessa maneira, o autor, possivelmente, procurou assemelhar seu texto a uma conversa, aproximando-se de seu leitor. 

3.
a) Não é possível determinar quem ligava. 
b) Sujeito indeterminado.
c) Porque ele está se referindo ás pessoas de maneira geral. Não se trata de uma pessoa específica.
d) Sugestão: Naquela época as pessoas ligavam para uma telefonista [...]

4.
a) Às linhas residenciais e comerciais, citadas, anteriormente no texto.
b) Sujeito desinencial. Apesar de o verbo estar na terceira pessoa do plural, o contexto nos informa a que a ação se refere; logo trata-se de sujeito desinencial, e não sujeito indeterminado.





Referência: Para Viver Juntos - Português (Editora SM)
Imagem: Google