Interpretação de texto: A rua dos monstros (5ºano)


A rua dos monstros

Era uma vez uma cidade chamada Pedestrópolis, que foi invadida por monstros terríveis, os automonstros. Essas feras horrorosas atacavam na maior velocidade. 
Dos canos de escape saía um gás fedorento e poluente, fazendo um barulho infernal. 
Os habitantes de Pedestrópolis viviam aterrorizados por causa dos automonstros. Cada vez que os moradores atravessavam as ruas, arriscavam a vida. 
Hoje tem quermesse em Pedestrópolis. Para chegar até as barracas, é preciso atravessar a rua dos monstros. A centopeia já fica toda arrepiada. A coitada é lenta demais e já perdeu 87 patas, que os automonstros apressados arrancaram.
A rã escapou por pouco. Impaciente, ela pulou no meio dos monstros, sem esperar que eles parassem... A avestruz tinha tanto medo de atravessar que preferia nem olhar.
O chimpanzé procurou o chefe dos automonstros para entrar num acordo: listras zebradas serão pintadas no chão, só para os transeuntes.
Minhocas-luminosas vão sinalizar com a ponta da cauda, primeiro com luz vermelha para os monstros pararem, depois com luz verde. Então, os automonstros podem circular e os pedestres ficam esperando a vez de atravessar. A tartaruga ficou aliviada... Agora pode ser que ela não rache mais a carapaça já tão remendada. 
Os habitantes de Pedestrópolis atravessam, prestando mais atenção! 
As minhocas-luminosas estão a postos: todos olham bem a cor da ponta da cauda delas. A lebre estica bem suas orelhas enormes para ouvir os monstros chegarem. O lince, com sua excelente visão, observa de longe. 
Mamãe tigresa vigia seus filhotes. Alguns moradores ajudam os outros a atravessar. A quermesse promete! Os automonstros parecem menos cruéis. 

Girardet, Sylvie. "A rua dos monstros". A rua de todos os perigos! 
Tradução de Irani B. Silva. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 2007. p. 5-13. 


escape: cano ou pequeno buraco por onde saem os gases vindos do motor dos carros
transeuntes: aqueles que vão andando, passando por algum lugar


1. Como era o trânsito no começo da história?

2. Como os habitantes viviam?

3. Qual foi a solução encontrada para resolver esse problema?

a) Criar um bairro somente para pedestres e outro apenas para automonstros.
b) Criar regras de trânsito tanto para pedestres quanto para automonstros.
c) Proibir os pedestres de saírem de casa durante o dia, especialmente quando houvesse quermesse.
d) Proibir os automonstros de circular.

4. A solução encontrada foi capaz de mudar a situação do trânsito? Por quê?

5. O que você achou dessa solução?

6. Como é o trânsito de sua cidade ou de seu bairro: parecido com o de Pedestrópolis no começo da história ou como no final dela?


Gabarito

1. Era um caos. Cada vez que os moradores atravessavam as ruas, arriscavam a vida.

2. Os habitantes de Pedestrópolis viviam aterrorizados por causa dos automonstros.

3. Alternativa B.

4. Sim, pois ficou mais organizado, com regras, e cada um faz a sua parte, prestando muita atenção.

5. Resposta pessoal.

6. Resposta pessoal.