Artigo de opinião para 9ºano: Péssimos números - (interpretação) abandono escolar

Imagem: Google

Péssimos números 

Os dois maiores jornais de Manaus publicaram, no último final de semana, matérias relacionadas aos problemas da reprovação e do abandono escolar nas séries iniciais do Ensino Fundamental e, também, da distorção idade-série escolar no Amazonas. 

A taxa de abandono, que faz parte do conjunto de taxas de rendimento escolar, mede o percentual de alunos que deixaram de frequentar a escola em determinado ano. Já a taxa de distorção idade-série mede o percentual de alunos que possuem 2 anos ou mais acima da idade recomendada para a série em que o aluno está matriculado. 
De acordo, pois, com os dados publicados, temos que o Amazonas é o Estado brasileiro com maior índice de abandono escolar nessa série do Ensino Fundamental. 5,1% dos nossos alunos abandonam a escola nessa série. Em percentual esse número pode parecer pequeno, mas estamos falando de alguns milhares de alunos que abandonaram a escola somente nessa série. Somos, também, o Estado com o quarto maior índice de reprovação na primeira série (4,1 % de reprovação) e o quarto pior resultado do país na questão da distorção entre a idade do aluno e a série em que ele está matriculado (35,4% dos estudantes em séries incompatíveis com suas idades). 
Dentre as várias causas para o abandono escolar nas séries iniciais, duas são bastante conhecidas e dependem, basicamente, do Poder Público: a escola que fica distante da casa do aluno e a falta de transporte escolar. 
Infelizmente, apesar de a construção do número necessário de creches e escolas sempre fazer parte das campanhas políticas, principalmente pelos candidatos às prefeituras municipais, tais promessas nunca são cumpridas. O comprometimento da educação das nossas crianças, por incompetência administrativa ou por qualquer outro motivo, é, sem dúvida nenhuma, um dos piores males que um mau administrador público pode causar à sociedade. 

Francisco Praciano


1. Qual é a questão polêmica abordada pelo artigo de opinião "Péssimos números" e como o articulista se posiciona em relação a ela? 

2. O artigo de Francisco Praciano busca convencer o leitor sobre seu ponto de vista apelando mais para a razão ou para a emoção? Explique. 

3. No segundo parágrafo do artigo, os pronomes demonstrativos foram usados em três momentos para retomar informações. Identifique as expressões em que eles aparecem e explique que informações foram retomadas. 

4. Releia. 
Dentre as várias causas para o abandono escolar nas séries iniciais, duas são bastante conhecidas e dependem, basicamente, do Poder Público: a escola que fica distante da casa do aluno e a falta de transporte escolar. 

a) Quais são as causas apontadas pelo articulista para o abandono escolar nas séries iniciais? 
b) Que medidas o poder público deveria tomar para reverter esse quadro? 


1. A questão polêmica envolve os "péssimos números" relacionados à educação no Amazonas, suas causas e as possíveis soluções para superá-los. O articulista atribui grande parte dessa responsabilidade ao pode público, identificando a distância das escolas e a dificuldade de transporte dos alunos como duas causas importantes do abandono escolar nas séries iniciais.

2. Para a razão. O articulista apresenta muitos dados objetivos para comprovar que a situação da educação no Amazonas é grave e exige maior atenção do pode público.

3. A expressão "nessa série" se refere à primeira série do Ensino Fundamental, citada anteriormente; "esse número" se refere ao índice de 5,1% de alunos que abandonam a escola na primeira série;"nessa série" se refere à primeira série do Ensino Fundamental, novamente. 

4.
a) Entre outras, a distância entre a escola e a casa dos alunos e a falta de transporte escolar.
b) Aumentar a quantidade de escolas e garantir transporte escolar aos alunos.