Atividade de literatura - 1º ano do ensino médio (Barroco) Gregório de Matos

Imagem: Universia

Leia o texto para responder à pergunta. 

Mui grande é vosso amor e o meu delito;
Porém pode ter fim todo o pecar,
E não o vosso amor, que é infinito.

Esta razão me obriga a confiar,
Que, por mais que pequei, neste conflito
Espero em vosso amor de me salvar.

Os versos acima pertencem a um soneto de Gregório de Matos. Podemos afirmar que esse texto apresenta

a) estrutura cultista, na qual algumas noções são traduzidas por meio de metáforas ligadas a elementos sensoriais.
b) concepção religiosa centrada na consciência do pecado e na busca do perdão.
c) crítica à hipocrisia baiana, denunciada pelas mentiras que costumavam ser ditas nos cultos religiosos.
d) lógica aparentemente paradoxal, absurda, o que o vincula ao estilo cultista.
e) abordagem antropocêntrica de problemas existenciais, o que já era comum no Classicismo.

Gabarito
Trata-se da vertente religiosa da poesia de Gregório de Matos, centrada no arrependimento e na busca do perdão. Nessa vertente, predomina o jogo de conceitos, o Conceptismo. Resposta: B

Gregório de Matos foi um dos maiores poetas brasileiros do período do Barroco. Além de poeta, Gregório foi advogado durante o período colonial.
É conhecido como o “Boca do Inferno”, sendo famoso por seus sonetos satíricos, onde ataca, muitas vezes, a sociedade baiana da época.
Dono de uma personalidade rebelde, Gregório criticou diversos aspectos da sociedade, do governo e da Igreja Católica. Por esse motivo, foi perseguido pela Inquisição e condenado ao degredo em Angola no ano de 1694.