Crase - exercícios - concursos (gabarito)


Clique aqui para acessar os EXERCÍCIOS.

1. Resposta: “a”. Comunicamos a V.Sa. — o verbo pede preposição, mas o pronome de tratamento não aceita artigo — sem crase. Encaminhamos a petição anexa à Divisão de Fiscalização — o verbo pede dois complementos: um objeto direto sem preposição (a petição) e um objeto indireto com a preposição “a” (à Divisão de Fiscalização). Apta a prestar — antes de verbo o “a” é apenas preposição, sem crase. Prestar as informações — o verbo pede complemento sem preposição (objeto direto), assim “as” antes de “informações” é apenas artigo.

2. Resposta: “d”. “João Mello da Almeida Ltda.” é o nome da empresa, por isso se subentende uma palavra feminina. Corrigindo as outras: a) de 4 a 11, b) a preço de mercado, c) atende a todas (...) a partir de 1985.

3. Resposta: “d”. Os verbos “assegurar” e “competir” e o nome “relação” exigem a preposição “a”. Os pronomes “você”, “ela” e “esta” não admitem artigo. Por isso não há crase alguma.

4. Resposta: “c”. A (preposição) — para expressar tempo futuro. Há (verbo) — para expressar tempo passado.

5. Resposta: “b”. A (preposição) — para expressar distância — a poucos metros. O pronome relativo “qual” sempre virá precedido de artigo, como na frase se refere a “clareira”, usará o artigo feminino singular: “a qual”; esse pronome relativo está sujeito à regência do verbo que vem depois (“foram”), que pede a preposição “a”, que deve ser colocada antes do pronome relativo, por isso: à qual foram ter. Atalho aberto a foice — “a foice” é um adjunto adverbial de instrumento, sem crase; só haverá crase no adjunto adverbial de instrumento quando houver ambiguidade, duplo sentido.

6. Resposta: “c”. À noite — locução adverbial feminina de tempo — crase obrigatória. Voltaram à fábrica — “voltar” pede a preposição “a” e “fábrica” aceita o artigo “a”, por isso com crase. À uma hora da manhã — locução adverbial feminina de tempo — crase obrigatória.

7. Resposta: “c”. A regência, nas três lacunas, é a do verbo “dirigir-se”, que pede a preposição “a”. Na primeira lacuna, “quem” não admite artigo — sem crase. Na segunda lacuna, “funcionária” admite artigo — com crase. Na terceira lacuna, o “a” é pronome demonstrativo, que substitui no contexto a palavra “funcionária” — com crase.

8. Resposta: “c”. Antes de verbo nunca haverá crase: a garantir.

9. Resposta: “b”. O pronome pessoal “ela” não admite artigo, por isso sem crase.

10. Resposta: “c”. Até há poucos dias — tempo passado. “Sujeitos” pede a preposição “a”; “grandes oscilações”, apesar de feminino, está no plural. “A” singular antes de palavra plural é somente preposição, por isso sem crase.

11. Resposta: “e”. A dois dias da prova — expressão de tempo futuro —, “A” apenas preposição. “Ceder” e “fugir” pedem a preposição “a”, mas “um impulso” e “ela” não admitem artigo, por isso sem crase.

12. Resposta: “c”. Visita à Bahia — preposição + artigo, com crase. Há dois meses — expressão de tempo passado. A pé — locução adverbial de modo masculina, sem crase. A fim de — locução prepositiva masculina, sem crase. Apreciar a beleza — apenas artigo, sem crase. Fica a dever — apenas preposição, pois antes de verbo não há artigo, nem crase. Dever à maioria — preposição + artigo, com crase. Daqui a pouco — expressão de tempo futuro — somente preposição, sem crase.

13. Resposta: “b”. Corrigindo as erradas: a) pegamos as malas — o verbo não pede preposição; c) Refiro-me àquele fato — a crase deve ocorrer com o “a” inicial do pronome demonstrativo “aquele”; d) frente a frente — não há crase entre palavras repetidas.

14. Resposta: “c”. A ociosidade rebaixa a criatura humana — apenas artigo, pois o verbo não pede preposição. Tornando-a — pronome oblíquo, funcionando como objeto direto do verbo. Inútil à sociedade — preposição do nome “inútil” + artigo do nome “sociedade”.

15. Resposta: “e”. Daqui a dois dias — tempo futuro —, retornarei a Belém — preposição.

16. Resposta: “d”. Corrigindo as erradas: a) Dia a dia — não há crase entre palavras repetidas; b) De repartição a repartição — não há crase entre palavras repetidas; c) Esta é a circular a que se refere — o “a” antes do pronome relativo “que” é apenas preposição exigida pelo verbo “referir-se”.

17. Resposta: “c”. Explique à pessoa em questão — preposição + artigo. Fica a meio caminho — expressão de distância. Da praça a que ele se dirige — o “a” antes do pronome relativo “que” é apenas preposição exigida pelo verbo “dirigir-se”.

18. Resposta: “b”. Já há tempos — expressão de tempo passado. Nefastas não só a uma determinada categoria — antes de artigo indefinido (“uma”) nunca há crase. Como também a toda a sociedade — o pronome indefinido “toda” não admite artigo.

19. Resposta: “b”. Antes de verbo não há crase.

20. Resposta: “a”. Condenado à ignorância — preposição + artigo. A quem foi roubada uma parte — “a” preposição exigida pela locução “foi roubada” (roubar algo “a” alguém — ou “de” alguém). Direito à vida — preposição + artigo.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...