Reportagem 8ºano - Atividade com gabarito - EF69LP03, EF08LP16, EF69LP17, EF69LP47


O texto abaixo é um trecho de uma reportagem publicada no site do jornal O Globo sobre o impacto causado pelos jovens que têm canais no YouTube. Leia-o com atenção para responder às questões.

Quem são os jovens que hipnotizam milhões de adolescentes na internet


Novos ídolos teen são construídos com uma câmera na mão, uma ideia na cabeça e o YouTube
POR JOSY FISCHBERG 

Você pode nunca ter ouvido falar num youtuber, mas seu filho adolescente, com certeza, já assiste a um deles. Você pode não saber que esses jovens que falam em vídeos sobre tudo e também sobre nada — de feminismo a pegadinha com torta na cara — chegam a ter 2,8 milhões de inscritos num canal no YouTube, mas seu filho, acredite, deve ter ajudado a chegar a esta marca.

1 - POPULARES E BEM-SUCEDIDOS
“E aí, meus loucões e louconas deste Brasil. Tudo bem com vocês?”, pergunta Christian Figueiredo, o garoto animado ao centro do vídeo. Ele apresenta os dois colegas que o acompanham e que também são donos de canais no YouTube, faz uma ou duas piadas e explica a brincadeira que virá a seguir, em que cada um terá que sortear uma palavra e cantar uma música com aquele vocábulo. [...] Pois o que parece só mais um vídeo desses de internet gerou inacreditáveis 3 milhões de visualizações e 5 mil comentários desde a sua publicação, há seis meses. [...]
Christian Figueiredo é, provavelmente, um desconhecido para a maior parte da população com mais de 30 anos. Mas, aos 21, ele já lançou um livro, “Eu fico loko” — mesmo nome de seu canal principal no YouTube —, que figura entre os mais vendidos do Brasil com cem mil cópias [...].
De São Paulo para Niterói, muda a pessoa em frente à câmera, mas a simplicidade permanece. “Vai ser tenso de gravar”, diz Julia Tolezano, de 24 anos, no início de um vídeo em que ela aparece sozinha, de pé, falando durante oito minutos. O tema é relacionamento abusivo, aquele em que um parceiro se torna controlador e destrutivo. Jout Jout, como Julia é conhecida na internet, cita histórias que leu no Facebook, explica os sinais de um namoro desse tipo, dá conselhos. [...]
O público de Jout Jout, em sua maioria, é formado por meninas a partir dos 16 anos e vai até mulheres de 30, mas ela conta que já recebeu muitos e-mails de “mocinhos e mocinhas”, palavras suas, de 14. Seu canal no YouTube tem apenas um ano. Desde então, Julia já foi convidada para escrever uma coluna na revista “Cosmopolitan”, fez parcerias comerciais com Netflix e Airbnb, viajou a Nova York para entrevistar celebridades. [...]
[Quando perguntada por que acha que faz sucesso] Porque eu falo as coisas de um jeito “simplinho”. [...] Eu não me produzo para fazer um vídeo. Normalmente eu sou essa de pijama mesmo, falando o que eu penso. E não tem estrelato, perfeição. Todo mundo se sente próximo.
[...]

Disponível em: 
<https://oglobo.globo.com/sociedade/quem-sao-os-jovens-que-hipnotizam-milhoes-de-adolescentes-na-internet-16726790>

Questão 1
Observe o título da reportagem.
“Quem são os jovens que hipnotizam milhões de adolescentes na internet”
O que mudaria no sentido se o título fosse “Quem são os jovens que empolgam milhões de adolescentes na internet”?

Questão 2
Releia o primeiro parágrafo e responda, de maneira geral, qual é o público leitor da reportagem. Justifique com um trecho do texto.

Questão 3
Observe. 
“Christian Figueiredo é, provavelmente, um desconhecido para a maior parte da população com mais de 30 anos.”
Por que a jornalista usou a palavra destacada nessa frase?

Questão 4
Observe.
Julia já foi convidada para escrever uma coluna na revista “Cosmopolitan’’.
Assinale a alternativa em que as aspas são usadas pelo mesmo motivo que no trecho acima. 
a) Porque eu falo as coisas de um jeito “simplinho”.
b) “Vai ser tenso de gravar’’, diz Julia Tolezano [...].
c) Ela conta que já recebeu muitos e-mails de “mocinhos e mocinhas”, palavras suas, de 14.
d) Ele já lançou um livro, “Eu fico loko” [...], que figura entre os mais vendidos do Brasil com cem mil cópias.

Questão 5
Observe.
“Pois o que parece só mais um vídeo desses de internet gerou inacreditáveis 3 milhões de visualizações e 5 mil comentários desde a sua publicação, há seis meses.”
Que efeito de sentido o adjetivo inacreditáveis confere ao trecho?

Questão 6
Releia este trecho.
“De São Paulo para Niterói, muda a pessoa em frente à câmera, mas a simplicidade permanece.”
Qual é a função dessa frase na reportagem?


GABARITO E COMENTÁRIOS 

Questão 1
Essa questão avalia a capacidade do(a) estudante de identificar o efeito de sentido de uma escolha lexical em um título de reportagem, de acordo com as habilidades EF69LP03 e EF69LP17.
Resposta esperada: A troca pelo verbo empolgar faria com que houvesse uma diminuição da influência dos jovens youtubers sobre os adolescentes, já que hipnotizar dá a ideia de deixar o outro sujeito sob seu comando.
A principal dificuldade esperada é o(a) estudante diferenciar o sentido dos dois verbos no título. Nesse caso, pergunte a ele(a) os possíveis significados e usos das duas palavras ou, se for preciso, dê exemplos de outras frases usando esses verbos para que a diferença fique evidente.

Questão 2
Essa questão avalia a capacidade do(a) estudante de identificar o público ao qual se dirige a reportagem, de acordo com a habilidade EF69LP17.
Resposta esperada: O fato de a jornalista dirigir-se ao(à) leitor(a) usando a expressão “seu filho adolescente” faz com que seja possível imaginar que o público principal ao qual se destina a reportagem seja de adultos que tenham filhos adolescentes.
A principal dificuldade esperada é o(a) estudante identificar no parágrafo o trecho que evidencia a quem a reportagem se dirige. Nesse caso, peça que releia o parágrafo em busca desses indícios. Outra possibilidade é chamar a atenção para em que jornal o texto foi publicado e perguntar qual ele(a) acha ser o seu principal público. Caso ele(a) não conheça, diga que é o jornal de maior circulação no Rio de Janeiro.

Questão 3
Essa questão exige do(a) estudante a capacidade de reconhecer o papel de um advérbio no sentido de modalizar uma afirmação, de acordo com as habilidades EF69LP17 e EF08LP16.
Resposta esperada: A jornalista usou essa palavra para destacar que, embora seja alta a probabilidade de o público com mais de 30 anos não conhecer o youtuber Christian, ela não dispõe de dados que permitam fazer essa afirmação.
É possível que o(a) estudante tenha dificuldade em explicar o papel desse advérbio na frase. Nesse caso, peça que ele(a) leia a frase sem essa palavra para perceber a diferença de sentido que ela traz. Se for preciso, pergunte de que maneira a jornalista chegou à informação sobre o desconhecimento do youtuber, ajudando-o(a) a perceber que ela está partindo de uma suposição e não de uma informação concreta.


Questão 4
Essa questão avalia a capacidade do(a) estudante de identificar os diferentes usos de aspas que ocorrem em um texto, de acordo com as habilidades EF69LP47 e EF89LP05. 
Resposta correta: D.
A marcação da alternativa a pode indicar que o(a) estudante não percebeu que as aspas estão sendo usadas para marcar uso de palavra em desacordo com a norma-padrão.
A marcação da alternativa b indica que o(a) estudante não percebeu que as aspas são usadas nessa situação para marcar o uso do discurso direto. Nesse caso, retome os diferentes usos das aspas em um texto, de modo que ele(a) perceba as diferenças.
A marcação da alternativa c, embora seja por um motivo similar ao da alternativa anterior, não deixa tão evidente o fato de ser um discurso direto. Nesse caso, chame a atenção do(a) estudante para a expressão “palavras suas”, de modo que a fala da entrevistada fique aparente. 

Questão 5
Essa questão exige do(a) estudante a capacidade de reconhecer o papel de um advérbio no sentido de modalizar uma afirmação, de acordo com as habilidades EF08LP09 e EF08LP16.
Resposta esperada: O efeito é dar ao(à) leitor(a) a ideia da magnitude da quantidade de visualizações e comentários, pois pessoas não familiarizadas com esse universo podem não ter essa dimensão.
É possível que o(a) estudante tenha dificuldade em explicar o papel do adjetivo na frase. Nesse caso, peça que leia a frase sem essa palavra para perceber a diferença de sentido que ela traz. Se for preciso, pergunte se esses números por si só dão ideia de uma quantidade de visualizações realmente grande.

Questão 6
Essa questão avalia a capacidade do(a) estudante de compreender o funcionamento de mecanismos de coesão e de elementos de progressão textual, de acordo com as habilidades EF67LP36 e EF89LP29.
Resposta esperada: Essa frase tem a função de terminar uma parte da reportagem (sobre o youtuber Christian, de São Paulo) para iniciar uma nova, sobre a youtuber Jout Jout, de Niterói.
É possível que o(a) estudante apresente dificuldade em perceber essa frase como um elemento de progressão textual. Nesse caso, pode-se usar, novamente, o recurso de pedir que leia o parágrafo anterior e o começo deste sem a frase destacada para que perceba essa função.