Texto teatral - Atividade 7ºano (produção escrita) Habilidade EF69LP50 - com gabarito

Você já foi ao teatro assistir a uma peça? Leia agora um trecho da peça As asas de um anjo, de José de Alencar:

CENA III

[...]

Carolina – Estive trabalhando; mas agora... Aqui estou. Quer saber as novidades?

Antônio – Não; hoje sou eu que te vou contar uma novidade; mas uma novidade...

Carolina – Qual é? Quero saber.

Antônio – Já estás curiosa! Quanto mais me adivinhasses...

Carolina – Ora diga!

[...]

Antônio – Não te assustes. As moças hoje já não se assustam quando se lhes fala em casamento.

Carolina – Casamento!... Eu, meu pai?... Nunca!...

ALENCAR, José de. As asas de um anjo.
Disponível em: <www.dominiopublico.gov.br/download/texto/ua00140a.pdf>.

A partir da leitura da peça, elabore a continuação da última fala de Carolina, justificando o porquê de a personagem não querer se casar.

Prática de Linguagem:
Produção de textos

Objeto (s) de conhecimento:
Relação entre textos

Habilidade:
(EF69LP50)
Elaborar texto teatral, a partir da adaptação de romances, contos, mitos, narrativas de enigma e de aventura, novelas, biografias romanceadas, crônicas, dentre outros, indicando as rubricas para caracterização do cenário, do espaço, do tempo; explicitando a caracterização física e psicológica dos personagens e dos seus modos de ação; reconfigurando a inserção do discurso direto e dos tipos de narrador; explicitando as marcas de variação linguística (dialetos, registros e jargões) e retextualizando o tratamento da temática.

Grade de correção

100%
O aluno elabora a continuação da fala de Carolina, valendo-se das características desse gênero textual e usando argumentos coerentes para justificar o porquê de a personagem não querer se casar. Respostas possíveis: idade, intenção de estudar, de trabalhar, de viajar, de querer ser solteira etc.

50%
O aluno criou uma continuação para o trecho da peça teatral, contudo, a justificativa de Carolina foge do contexto de casamento. E a resposta do aluno pode ter muitos erros ortográficos, de coesão e de coerência.

0%
A resposta do aluno está em desacordo com o que foi proposto. Ele, por exemplo, complementou o texto com falas de outros personagens ou elaborou uma resposta que se refere à interpretação do texto, e não à produção de uma parte estrutural dele.

Orientações sobre como interpretar as respostas e reorientar o planejamento com base nos resultados:
Elabore atividades de leitura de textos dramáticos em grupo, antes de encená-los, para que os alunos reconheçam as estruturas que formam o texto teatral. Atividades de produção dessas estruturas também são válidas, como acrescentar rubricas, cenas, personagens ou alterar o enredo por meio da criatividade do aluno, mediando sempre a coerência com o enredo do texto.