Pronomes relativos e coesão textual - Plano de aula BNCC - Habilidades: EF09LP11, EF89LP29

Pronomes relativos e coesão textual
Duração: 2 aulas

Relevância para a aprendizagem
Os pronomes relativos desempenham importante papel na construção da coesão textual. Assim, identificar e analisar o emprego do pronome relativo, compreender sua função e analisar o papel sintático-semântico que desempenha na estruturação dos períodos pode melhorar a capacidade de ler, compreender e produzir textos.

Objetivos de aprendizagem
• Identificar e compreender a função dos pronomes relativos.
• Perceber e compreender o uso do pronome relativo como elemento coesivo.
• Produzir escrita utilizando o pronome relativo como recurso coesivo por meio da reformulação de períodos em textos jornalísticos.

Objetos de conhecimento e habilidades

Textualização
Progressão temática
(EF89LP29) Utilizar e perceber mecanismos de progressão temática, tais como retomadas anafóricas (“que, cujo, onde”, pronomes do caso reto e oblíquos, pronomes demonstrativos, nomes correferentes etc.), catáforas (remetendo para adiante ao invés de retomar o já dito), uso de organizadores textuais, de coesivos etc., e analisar os mecanismos de reformulação e paráfrase utilizados nos textos de divulgação do conhecimento.

Coesão
(EF09LP11)
Inferir efeitos de sentido decorrentes do uso de recursos de coesão sequencial (conjunções e articuladores textuais).

DESENVOLVIMENTO

Aula 1 – O que são pronomes relativos?
Duração:
cerca de 45 minutos.
Local: em sala de aula.
Organização dos alunos: sentados individualmente.
Recursos e/ou material necessário: lousa, giz, lápis, cadernos, borrachas, material impresso.

Sugestão de texto:

“Relatório mostra que 815 milhões de pessoas passam fome no mundo”.
Disponível em: https://agenciabrasil.ebc.com.br

Inicie a aula explicando aos alunos que o objetivo das próximas atividades é garantir que eles conheçam os pronomes relativos e compreendam de que forma esses termos auxiliam na construção do sentido de um texto.

Distribua o texto impresso sugerido no quadro anterior ou projete-o para a turma. Antecipe que ele apresenta dados embasados em estudos, resultados de pesquisa, com o intuito de conferir credibilidade à reportagem. Leia o texto em voz alta. Pergunte aos alunos qual é o tema desenvolvido na matéria. Espera-se que digam que o texto aborda o resultado de um importante relatório sobre a fome no mundo e outros dados alimentares — falta ou excesso —, que causam danos à saúde.

Destaque o trecho a seguir e peça aos alunos que observem a construção dos períodos. 

“Após uma trajetória de queda, que durou mais de uma década, a fome em todo mundo parece estar aumentando de novo.”

No trecho, o termo que liga duas orações. Pergunte se ele está substituindo algum termo da primeira oração. Espera-se que os alunos percebam que esse termo se refere a “trajetória de queda”.

Solicite que leiam o trecho a seguir e pergunte se há um termo que exerce função parecida com a do termo que no trecho anterior:

“Apesar da redução nos índices de desnutrição infantil, no ano passado 155 milhões de crianças menores de cinco anos em todo o mundo sofriam de desnutrição crônica, o que aumenta o risco de diminuição da capacidade cognitiva, de menor desempenho na escola e de morte por infecções.”

Peça aos alunos que grifem o termo que e pergunte a que ele se refere. É possível dizerem que esse termo exerce função parecida no trecho anterior. O termo que, no segundo trecho, se refere a “desnutrição crônica”. Na lousa, mostre a possibilidade de substituir o termo que pelo o que ele se refere em ambos os exemplos: “A trajetória de queda durou mais de uma década”; “A desnutrição crônica aumenta o risco de diminuição da capacidade cognitiva [...]”.

Peça aos alunos que releiam os excertos e leve-os a perceber como, em ambos os casos, o pronome relativo evita a repetição, tornando a oração mais dinâmica. Explique aos alunos que a função dos pronomes relativos é substituir um termo expresso anteriormente. Mencione também outros pronomes relativos, como: cujo, o qual, onde, quanto, quem. Na lousa, construa a sistematização a seguir e peça aos alunos que copiem no caderno.

Finalize a aula mostrando mais exemplos de pronomes relativos exercendo a função de substituir termos em textos diversos.

Aula 2 – Pronomes relativos como elementos coesivos
Duração:
cerca de 45 minutos.
Local: na sala de aula.
Organização dos alunos: grupos com três componentes.
Recursos e/ou material necessário: material impresso, lousa, giz, folha pautada, cadernos, lápis e borracha.

Sugestão de texto:

“Cotas foram revolução silenciosa no Brasil, afirma especialista”.
Disponível em: https://agenciabrasil.ebc.com.br

Atividade 1 – Estudo do pronome relativo como elemento coesivo em texto de divulgação de conhecimento (30 minutos)

Diga aos alunos que nesta aula eles vão analisar um texto jornalístico com a finalidade de observar e compreender o pronome relativo como elemento coesivo. Peça que se dividam em grupos com três componentes e distribua o texto “Cotas foram revolução silenciosa no Brasil, afirma especialista”, da Agência Brasil.

Leia o texto com eles em voz alta e, nesse primeiro momento, pergunte qual é o assunto do texto. Os alunos devem responder que o texto fala sobre o benefício que as cotas trouxeram para a população negra ou como políticas direcionadas podem ajudar na inclusão e abrir caminho para que se alcance maior equidade quanto ao acesso às universidades. 

Retome que os pronomes relativos são usados para evitar a repetição de termos já citados. Além disso, informe que esse mecanismo resgata as referências e funciona como elemento coesivo, ligando as partes do texto e atribuindo sentido às ideias e conclusões. Analise o seguinte trecho:

“O professor Nelson Inocêncio, que integra o Núcleo de Estudos Afrobrasileiros da Universidade de Brasília (UnB), pioneira na adoção das cotas raciais, também destaca o crescimento, mas pondera que é preciso pensar outras políticas para garantir uma aproximação real entre o nível de educação de negros e brancos.”

Peça aos alunos que observem que o pronome relativo foi utilizado como elemento coesivo, pois, além de explicar quem é o professor, também associa à imagem dele um órgão que realiza um estudo especializado sobre os afrodescendentes, atribuindo maior status a sua atuação. Leve os alunos a perceber que a Universidade de Brasília também foi potencializada pelo trecho “pioneira na adoção das cotas raciais”, mesmo que o autor não tenha usado um pronome relativo. Esses recursos facilitam a compreensão do período sem deixar de agregar importantes e relevantes informações sobre o professor e a universidade.

Leia o próximo trecho e peça aos alunos que identifiquem o pronome relativo, que funciona como elemento coesivo:

“‘Os estudantes indígenas e negros e negras que adentraram o espaço acadêmico nos últimos 15 anos trouxeram um refresco de inovação metodológica, teórica, epistemológica sem precedentes, de ampliar e aprofundar o conhecimento, trazendo muito mais verdade e justiça’, avaliou.”

Os alunos devem identificar que o termo grifado que conecta e se refere ao termo anterior “os estudantes indígenas e negros e negras”. É possível perceber que houve a intenção de explicitar a recente presença significativa dessas minorias na faculdade.

Utilize outro trecho do texto, dessa vez para mostrar aos alunos de que forma se pode incorporar pronomes relativos como termo coesivo, reformulando-o. Por exemplo:

“O cientista político Derson Maia, 29 anos, conta que também foi o primeiro de sua família a conseguir ingressar em uma universidade. Ele passou no vestibular de 2008 por meio do sistema de cotas e diz que percebe o aumento considerável no número de negros nos últimos anos.”

Pergunte se há alguma oração no período que se refira à passagem anterior. Os alunos devem perceber que, em “Ele passou no vestibular de 2008 por meio do sistema de cotas”, a oração se refere a Derson, já citado. Pergunte aos alunos de que forma essa oração poderia se conectar com a primeira. É possível que eles levantem hipóteses, como:

“O cientista político Derson Maia, 29 anos, que passou no vestibular de 2008 por meio do sistema de cotas, conta que também foi o primeiro de sua família a conseguir ingressar em uma universidade. Ele diz que percebe o aumento considerável no número de negros nos últimos anos.”

No texto original, o fato de Derson ter passado no vestibular por meio do sistema de cotas era uma informação acessória. Na versão hipotética, o fato ganhou visibilidade e um sentido diferente. Se necessário, leia os dois períodos pausadamente para que os alunos percebam a diferença.

Oriente os alunos a reescrever algumas passagens do texto. Peça que observem se há termos referentes nos períodos e, em seguida, solicite que utilizem os pronomes relativos como elementos coesivos. Peça ainda que anotem em uma folha pautada os nomes dos componentes do grupo, os trechos escolhidos para a reconstrução dos períodos e uma breve explicação sobre o uso do pronome relativo como termo coesivo em cada caso.

Atividade 2 – Compartilhando as análises do pronome relativo como elemento coesivo (15 minutos)

Inicie a atividade perguntando se algum grupo gostaria de começar a apresentação, compartilhando com a turma uma das análises realizadas. Todos os grupos devem expor uma das análises que fez e, de preferência, não repetir o que outros grupos já apresentaram. Ao final, os grupos devem entregar as folhas pautadas para aferição de aprendizado. 

Observe os exemplos:

“Depois da graduação, Derson fez mestrado em políticas públicas e, atualmente, é doutorando da Faculdade de Direito da UnB.”

• Reformulação: Derson, que é doutorando da faculdade de Direito da UnB, fez mestrado em políticas públicas depois da graduação.

“Um dos marcos que precederam a adoção das cotas no Brasil foi a 1a Conferência Mundial contra o Racismo, a Discriminação Racial, a Xenofobia e as Formas Conexas de Intolerância, realizada em Durban, na África do Sul, em 2001. A conferência motivou as personalidades negras brasileiras a reforçarem o debate das ações afirmativas para negros no Brasil, que se tornou, na ocasião, signatário do compromisso de combate a todo tipo de discriminação racial.”

• Reformulação: A 1a Conferência Mundial contra o Racismo, a Discriminação Racial, a Xenofobia e as Formas Conexas de Intolerância, realizada em Durban, na África do Sul, em 2001, que motivou as personalidades negras brasileiras a reforçarem o debate das ações afirmativas para negros, foi um dos marcos que precederam a adoção das cotas no Brasil. Na ocasião, o debate se tornou signatário do compromisso de combate a todo tipo de discriminação racial.

Sistematize com os alunos o aprendizado: como utilizar o pronome relativo como elemento de coesão.

Aferição do objetivo de aprendizagem
A avaliação do processo de aprendizagem pode ser realizada por meio das atividades propostas nesta sequência didática e deve considerar o desenvolvimento de cada aluno. A participação nas sondagens orais, assim como no trabalho em grupo, deve nortear a aferição da aprendizagem. Inicialmente, verifique a atuação dos alunos durante os levantamentos das hipóteses, pois nessa fase é possível identificar as dificuldades deles e o que está sendo ou não compreendido. 

Nos trabalhos em grupo, espera-se que os alunos sejam capazes de identificar os pronomes relativos como elementos coesivos. É provável que percebam que os pronomes relativos são termos que auxiliam na interpretação dos textos e podem ser usados para enfatizar informações, atribuindo conexão e novos sentidos aos períodos.

Além das atividades propostas nesta sequência didática, algumas questões podem ser utilizadas para aferir a aprendizagem dos alunos em relação aos objetivos de aprendizagem aqui apresentados.

Questões para auxiliar na aferição

Leia o trecho abaixo para responder às questões.

“O lançamento do relatório coincide com o assassinato hoje (13) de quatro adolescentes que cumpriam medida socioeducativa no Centro de Semiliberdade Mártir Francisca, localizado no Bairro Sapiranga, em Fortaleza. Eles foram retirados do local por criminosos, levados para uma comunidade próxima e executados a tiros. A Polícia Civil investiga o caso, mas até o momento ninguém foi preso.” 

Disponível em:
http://agenciabrasil.ebc.com.br

1. No trecho, usa-se o pronome relativo para evitar a repetição de um termo. Responda:
a) Qual foi o pronome relativo utilizado?
b) A qual termo da oração anterior ele se refere?

2. Qual é, no contexto, o papel do pronome identificado na questão anterior?

Gabarito das questões
1.
a) Foi utilizado o pronome relativo que.
b) Ele se refere a “quatro adolescentes”.

2. O pronome relativo que cumpre o papel de introduzir uma oração adjetiva, retomando e restringindo o sentido da expressão “quatro adolescentes”.